Home / Alimentação / Qual é a função do fígado e por que ele é tão importante?

Qual é a função do fígado e por que ele é tão importante?

O corpo humano é formado por um sistema complexo, sendo constituído por diferentes partes, entre elas os músculos, a pele, os nervos, os ossos, os órgãos e muitas outras partes. Cada pedaço deste sistema é responsável por determinadas funções, que juntas definem todo o funcionamento do organismo.

Entre os muitos órgãos presentes no corpo humano, o fígado é um dos mais importantes, sendo responsável por inúmeras funções fundamentais.

Vamos conhecer qual é a função do fígado e entender porque este órgão é tão importante para nossa saúde e nosso bem-estar.

O que é o fígado? 

O fígado faz parte do sistema digestório e é um dos órgãos mais importantes do organismo, atuando na digestão e auxiliando no metabolismo e no armazenamento de nutrientes. Este órgão também atua como uma glândula exócrina, liberando diversas secreções, e como uma glândula endócrina, auxiliando na liberação de substâncias no sangue e no sistema linfático, sendo considerada a maior glândula do corpo humano.

O fígado possui em torno de 20 cm de largura e possui um peso aproximado de 1 kg nas mulheres e 1,3 kg a 1,5 kg em homens adultos. Ele está localizado na parte superior direita do abdômen, bem próximo ao estômago e é dividido no lobo direito, no lobo esquerdo, no lobo caudado e no lobo quadrado. O fígado tem um formato parecido com um trapézio e apresenta coloração vermelho-escura, tendendo ao marrom arroxeado.

O órgão é revestido por uma cápsula de tecido conjuntivo, conhecida como cápsula de Glisson e recebe sangue pela veia porta hepática e pelas artérias hepáticas. A veia porta supre em torno de 75% de todo o volume sanguíneo do fígado, transportando o sangue venoso do baço, dos órgãos associados e também do trato gastrointestinal. As artérias hepáticas, por sua vez, fornecem sangue arterial para o fígado com os 25% restantes do volume.

O fígado é considerado um desafio para a medicina, pois não existe tratamento ou medicamento capaz de reavivar as funções do fígado quando este entra em falência. Quando as células hepáticas morrem, elas não se recuperam. No entanto, este órgão é um dos mais propícios para um transplante, sofrendo menor rejeição em relação a outros órgãos como o coração ou os rins.

Além disso, o fígado possui a capacidade de continuar funcionando mesmo quando perde um pedaço, conseguindo se regenerar para o tamanho normal. Isto significa que uma mesma pessoa é capaz de salvar mais de uma vida somente com a doação de um simples pedaço do fígado.

Qual a função do fígado e por que ele é tão importante?

O fígado possui mais de 220 funções no organismo, estando todas interligadas e conectadas. Uma das principais atividades deste órgão está relacionada à formação e excreção da bile que é feita pelas células hepáticas, produzindo 1,5 litro por dia deste fluido. A bile é produzida pelo fígado e é posteriormente armazenada na vesícula biliar, sendo fundamental na digestão das gorduras.

O fígado é responsável por secretar vários hormônios como o fator de crescimento semelhante à insulina ou IGF, também conhecido como somatomedina e a eritropoietina. Além disso, essa glândula é responsável pela secreção da maioria das proteínas plasmáticas, entre elas a albumina, o angiotensinogênio, as proteínas carreadoras de ferro, os fatores de coagulação, as proteínas que participam do transporte plasmático do colesterol e de triglicerídeos.

A importância da função do fígado também está relacionada à digestão e este órgão é fundamental para auxiliar no armazenamento do glicogênio para que este seja transformado em glicose e enviado para o sangue quando necessário. Ele é responsável por transformar a galactose e a frutose em glicose, por transformar as proteínas em aminoácidos e para que estes sejam utilizados na síntese de outras proteínas essenciais.

Além disso, outra função do fígado é ajudar no armazenamento das vitaminas lipossolúveis e dos minerais, ajudando também a filtrar o sangue e enviando para os rins as toxinas que devem ser eliminadas do organismo.

A importância do fígado para o organismo é enorme, sendo este responsável também, por exemplo, por transformar a gordura da alimentação e a armazenar como fonte de energia.

Veja, a seguir, mais informações sobre algumas das inúmeras funções do fígado:

1. Produção e armazenagem de substâncias essenciais

A função do fígado de armazenar nutrientes é uma das mais importantes. Este órgão é capaz de estocar vitaminas lipossolúveis, como A, D, E e K, além da vitamina hidrossolúvel B12 e minerais como o ferro e o cobre que devem ser obtidos pela alimentação. Além disso, o fígado ajuda na produção de proteínas que são muito importantes como a albumina e os fatores de coagulação.

2. Estocagem de energia

O fígado é responsável por regular as taxas de glicose no sangue, através do armazenamento de glicogênio. Quando os níveis de glicose estão abaixo do ideal, o fígado converte o glicogênio em glicose e transporta para a corrente sanguínea, ajudando no abastecimento adequado deste nutriente em todo o corpo humano.

3. Síntese de gorduras

Outra função do fígado é a de sintetizar lipoproteínas, colesterol e fosfolipídios, que são substâncias fundamentais para diversos processos metabólicos, incluindo o funcionamento das membranas plasmáticas. Além disso, o fígado também utiliza o colesterol para a produção da bile que é, posteriormente, utilizada na digestão.

4. Limpeza do sangue

Este órgão é responsável por realizar uma regulação da composição do sangue, auxiliando na eliminação dos glóbulos vermelhos que estão envelhecidos e promovendo a filtragem do sangue. O fígado também serve como uma reserva de sangue, pois a quantidade de sangue que flui para este órgão é grande, recebendo um quarto do total de sangue circulante.

5. Produção da bile

Os glóbulos vermelhos são células que duram, em média, 120 dias e quando estas ficam velhas, são levadas para o baço, onde serão destruídas. Durante este processo, ocorre a liberação de uma substância chamada de bilirrubina, um pigmento amarelo-esverdeado. Como esta não é solúvel em água, não pode ser eliminada pelos rins, sendo, assim, metabolizada pelo fígado e acrescentada à bile.

O fígado é responsável por excretar a bile, que auxilia na quebra das gorduras no intestino delgado, estimulando uma melhor digestão e também auxiliando a absorção dos nutrientes. A bile é produzida pelo fígado e é armazenada pela vesícula biliar. Além disso, a bile também é responsável por transportar resíduos, estimulando a desintoxicação.

6. Metabolização de substâncias tóxicas

Todos os nutrientes e todas as substâncias, sejam estas tóxicas ou não, passam pelo fígado. Muitas substâncias como medicamentos, álcool, drogas e toxinas podem prejudicar o organismo. Outra função do fígado é metabolizar estas substâncias, ajudando no processo de desintoxicação.

O fígado também é responsável por desativar substâncias produzidas pelo organismo, como hormônios, evitando o excesso dos mesmos na corrente sanguínea.

Quais os problemas relacionados ao fígado?

Quando o fígado não funciona corretamente, muitas doenças podem surgir, entre elas a esteatose hepática, que é causada por um acúmulo de gordura no fígado, prejudicando o funcionamento do mesmo. Normalmente, as doenças do fígado são silenciosas e não apresentam sintomas.

Além da esteatose hepática, o fígado pode sofrer com outros problemas, tais como hepatites por vírus (A, B, C, D, E), que também pode ter causas não infecciosas como o uso de drogas e o excesso de bebida, a doença hepática alcoólica, a esquistossomose, a hepatite autoimune, a hepatite medicamentosa, a cirrose, o câncer de fígado, a insuficiência hepática, a ascite (que é a perda de fluido devido à cirrose) e os cálculos biliares.

Existem outras doenças do fígado menos frequentes são a hemocromatose (doença por acúmulo de ferro), doença de Wilson (doença por acúmulo de cobre no fígado), a cirrose biliar primária (ocorre a destruição lenta dos dutos biliares no fígado), a colangite esclerosante primária (que causa inflamação e cicatrização nos canais biliares no fígado, entre muitas outras condições).

Conclusão

O fígado possui mais de 220 atividades no organismo, estando todas interligadas e conectadas. Podemos destacar como uma função do fígado a formação e excreção da bile, o armazenamento do glicogênio para que este seja transformado em glicose e enviado para o sangue quando é necessário, a transformação da galactose e da frutose em glicose, a transformação das proteínas em aminoácidos, a limpeza do sangue e a síntese de gorduras.

via MundoBoaForma.com.br

About F2 Fitness

F2 Fitness

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*

Scroll To Top