Home / Corrida / 10 dicas para prevenir lesões esportivas

10 dicas para prevenir lesões esportivas

A prática regular de um esporte traz diversos benefícios para a vida de uma pessoa como a sociabilidade, aprender a trabalhar em equipe, melhoria da disposição, do humor e da qualidade do sono, perda de peso e prevenção contra o desenvolvimento de doenças graves como diabetes, obesidade, problemas no coração, pressão alta e osteoporose.

lesao-esportiva-620x330

Entretanto, devido a vários motivos como erros de técnica, excesso na frequência e intensidade do exercício ou acidentes, os praticantes da atividade também podem sofrer com as incômodas e indesejadas lesões no esporte.

E se não existe um método que garanta que a pessoa fique livre de sofrer lesões esportivas como luxações, entorses, rupturas e até fraturas, tomar algumas atitudes de prevenção pode contribuir para que esse risco seja menor:

1. Consulte-se com o médico

Antes de começar a fazer algum esporte, ou qualquer outro tipo de atividade física regularmente, faça uma consulta de check-up com o seu médico de confiança. A ocasião servirá para você descobrir como anda o seu condicionamento físico, determinar se a modalidade é a ideal para você e em qual frequência e intensidade você deve praticá-la.

Além disso, durante a consulta ou por meio dos exames solicitados, o médico poderá descobrir se você já não sofre com algum problema físico e te indicar o tratamento adequado. Já se a complicação de saúde fica desconhecida, você pode agravá-la no decorrer das partidas e treinamentos e sofrer com lesões esportivas mais sérias.

E mesmo depois de já ter conseguido o aval médico para praticar o seu esporte, não deixe de fazer visitas periódicas ao consultório do doutor para checar se tudo continua bem com a sua saúde. E obviamente, caso venha a se machucar durante a prática do esporte, não demora para buscar a ajuda do médico.

2. Durma bem

Na noite anterior ao treinamento ou partida, certifique-se de dormir direito e acordar descansado e bem disposto para praticar o esporte. Isso porque além do cansaço ser um fator de risco para o surgimento de lesões no esporte, a falta de sono pode tirar o seu foco e concentração, o que além de prejudicar o seu rendimento também pode te deixar menos atento na hora de se proteger de encontrões e acidentes, além de menos cuidadoso com a técnica.

3. Não pule o aquecimento

Nada de chegar mais tarde na aula de tênis ou no treino de futebol do fim de semana e não fazer o aquecimento. Essa é uma das melhores táticas para evitar lesões esportivas, já que o calor causado pelo aquecimento deixa o tecido conjuntivo do corpo com maior flexibilidade, o que melhora a forma como os movimentos são executados.

No entanto, você não deve fazer exercícios exaustivos durante o aquecimento, pois entrar cansado também traz grandes riscos de se lesionar, como já havíamos mencionado acima. Portanto, escolha atividades leves e de baixo impacto como caminhada ou pedalada, ou faça alguma atividade similar ao esporte que você está prestes a praticar, só que em uma intensidade mais leve.

Não deixe ainda de alongar o seu corpo, esticando-o sem ultrapassar o seu ponto de resistência e alongando cada parte por 10 a 12 segundos.

Da mesma forma, quando terminar o treino ou partida, realize exercícios de baixo impacto para esfriar o corpo.

4. Trabalhe a sua coordenação

Ter uma boa coordenação é outro ponto que ajuda a evitar lesões esportivas, tendo em vista que a sua falta é outro fator de risco para o aparecimento de problemas do tipo. Por isso, dedique-se também a atividades que melhorem a coordenação como treinos funcionais, musculação, body combat e jiu-jitsu.

5. Mantenha o corpo relaxado

Uma partida importante pode deixar o atleta nervoso e tenso, o que faz com que o seu corpo fique mais rígido. Porém, é fundamental que ele se esforce ao máximo para manter-se relaxado e mandar a rigidez longe, já que ela também pode ser responsável pelo aumento do risco de lesões no esporte.

Como a tensão inicia-se na mente, uma boa tática para relaxar é afastar os pensamentos que causam nervosismo da mente e focar-se em coisas boas, que geram tranquilidade. Além disso, respirar profundamente, massagens e deitar-se no chão podem ajudar a relaxar.

6. Hidrate-se

Não permita que a adrenalina do jogo faça com que você se esqueça de beber água periodicamente durante a partida ou treino, pois é a hidratação que ajuda a prevenir cãibras e lesões musculares. E não espere até sentir sede para repor água no seu organismo, pois quando esse sinal surge, o indício é que o corpo já se encontra desidratado.

Deste modo, tenha sempre uma garrafinha por perto para não se esquecer de beber água e faça pequenos intervalos para ingerir o líquido.

7. Atente-se ao local de jogo ou treino

Ao chegar no local onde o esporte será praticado, preste atenção para ver se a estrutura do ambiente não é insegura. Por exemplo, jogar futebol em um campo molhado ou praticar vôlei em uma quadra escorregadia deixa o atleta propenso a sofrer quedas.

Se perceber que as condições não são adequadas, converse com os organizadores ou seu treinador e peça para que o problema seja resolvido antes do começo do jogo ou treinamento. Assim, você evitará lesões esportivas para você, seus companheiros de equipe e adversários.

8. Use os equipamentos adequados

Proteja-se o máximo que puder durante a prática do seu esporte. Se você tem joelheiras, capacetes, cotoveleiras, travas, caneleiras, protetor bucal e nasal, entre outros equipamentos de proteção à sua disposição, use-os. Eles podem até incomodar um pouco, mas diminuirão as chances de você sair lesionado.

9. Obedeça o seu corpo

Se antes do jogo você sentir uma dor ou perceber que lesionou alguma região do corpo, não jogue no sacrifício pois isso pode piorar ainda mais o seu problema. Converse com o treinador e o seu médico de confiança ou o responsável pelo seu time e trate a complicação. Então, quando estiver curado e recuperado você poderá voltar à ativa e dar 100% de seu desempenho no esporte.

A mesma regra vale para os treinos. O surgimento de dores e desconfortos pode ser um sintoma que você anda exigindo demais do seu corpo. Quando isso acontecer, diminua a intensidade e duração, faça uma avaliação médica e reduza as suas chances de sofrer com a exaustão.

Enfim, tenha sabedoria ao lidar com o seu corpo. Mesmo que você não seja um atleta profissional, você precisa dele para as tarefas do dia a dia. Não ultrapasse os limites, respeite os sinais que ele apresenta e cuide do seu instrumento para que você possa usufruir dele com eficiência.

10. Trabalhe outras áreas do seu corpo

Se você pratica um esporte que trabalha muito uma área específica do corpo, invista também em treinos que utilizem outras regiões quando você estiver de férias ou com tempo livre, para que assim você evite o risco de lesões esportivas decorrentes do excesso de uso de determinada região.

via MundoBoaForma

About F2 Fitness

F2 Fitness
F2 Fitness Academia em São Caetano do Sul. Musculação, Zumba, Muay Thai, Gracie Jiu-jitsu, Circuito e muito mais! Reserve seu FREE PASS e experimente!
Scroll To Top